05/03/2018

Como e por que fazer uma gestão de fornecedores?

 

Quem lida com comércio exterior já sabe que é preciso fazer acordos com diversos fornecedores. O fato é que a quantidade de parcerias dificulta a organização no cotidiano da empresa. Por isso, fazer uma gestão de fornecedores é primordial para manter controle sobre os processos.

Mas quais são as principais vantagens da gestão de fornecedores? Como implementar isso? Neste artigo, solucionamos suas dúvidas sobre o assunto!

 

Benefícios da gestão de fornecedores

Se você quer alcançar preços e prazos melhores, além de ter um diferencial competitivo na empresa, tenha em mente que a gestão de fornecedores deve estar entre os seus processos. Isso contribui para a redução de falhas no comércio exterior e ajuda você a ter mais controle sobre as parcerias que faz, principalmente se você atua com vários fornecedores ao mesmo tempo.

Também é importante salientar que, a partir de um gerenciamento, você pode cruzar dados sobre custo-benefício. Com ele, é possível analisar quais parcerias são vantajosas, entregam serviços melhores e valores mais em conta. E dessa forma, é mais fácil identificar quando é necessário trocar os seus fornecedores.

E não se esqueça de que a gestão é o primeiro passo para que você tenha controle sobre os fluxos da empresa. Afinal, o trabalho dos fornecedores é apenas um estágio de todo o processo de comércio exterior.

 

Como gerenciar fornecedores

O primeiro passo para a gestão de fornecedores é planejar. Você deve estabelecer objetivo para a empresa, identificar ações de minimização de riscos e fazer um balanço de custos. É por isso que esse planejamento precisa conter metas viáveis – assim, é possível fechar acordos mais sustentáveis para o negócio com os fornecedores.

Além disso, analise o custo-benefício oferecido por cada fornecedor. Você deve privilegiar a qualidade do serviço e, dentro disso, o menor gasto. Dessa forma, você terá mais base para definir qual fornecedor será acionado pela empresa.

Uma vez que você definiu o fornecedor, mantenha comunicação regular com ele para ter conhecimento dos processos. Monitorar os indicadores de desempenho apresentados pelo parceiro também é importante. Portanto, avalie se ele está cumprindo todos os requisitos do contrato e se é ágil na entrega das mercadorias.

Para ajudar a controlar todas as informações relacionadas ao fornecedor, aposte nos softwares de gestão. Eles automatizam atividades, minimizam as chances de erros e tornam todo o processo mais rápido. Além disso, é possível gerar relatórios de acompanhamento das operações do fornecedor.

Gostou das dicas? Então, compartilhe o conteúdo com seus amigos!

 

voltar